Precisamos de outra abordagem?

Já acabou o tempo de discussão entre o presencial e o virtual . Os fatos submergiram abruptamente Diretores, Professores, Alunos e Família na agora necessária Digitalização da Educação.

Cada um adotou temporariamente os recursos Metodológicos e Tecnológicos percebidos como rápidos de implementação e utilização. Este foi o critério mais utilizado e como expoentes mais relevantes desta afirmação cito as aulas do Zoom ou do Facebook ... (que não são ferramentas educacionais)

Mas já podemos ver a conveniência de recorrer a um modelo Semi-Presencial, com grande capacidade de “Mutabilidade e Adaptação”, que permite a continuidade do Processo Educativo para além das circunstâncias. Quando digo Processo Educativo, estendo-o aos mecanismos de Supervisão e Direcção que incluem necessariamente todos os níveis de Gestão Académica da sua Instituição e não apenas o Professor Responsável pela turma...

Essa abordagem pode ser projetada a partir de atividades que aqui chamaremos de "Transversais", ou seja, compartilham instâncias de práticas presenciais e virtuais.

Se discutirmos a resolução durante a pandemia, podemos observar que muita ênfase na interação entre o Professor e seus Alunos, mas com pouca participação e integração com os níveis de Gestão Acadêmica, ou seja, com “A Instituição”. ou, dito de outra forma, “A Instituição descarrega no Professor o seu despreparo para enfrentar o desafio ...”.

Isso não deve acontecer novamente ...

Grande parte da Comunidade Educativa atuou sobrecarregada devido ao despreparo.

Da Aprendizajedistribuido.com buscamos criar consciência e participar dos processos necessários para avançar junto com vocês neste novo Desafio, temos experiência e desenvolvimento próprio de ferramentas de Tecnologia Educacional que permitem a “Mutabilidade e Adaptação” que sua Comunidade necessita.



Solicitar Consultoria